Colunas


Frei Tibúrcio 1387/2017



Nova casa

O Hospital Fundação Ouro Branco ultima os preparativos para mudar de sede em janeiro. Um prédio inteiro e novinho em folha foi alugado na avenida professor Manoel Martins, esquina com rua Feliciano José da Costa, no Centro, para abrigar toda a estrutura do suntuoso nosocômio. A atual dependência, que fica no alto da Te­lésforo, não atende mais à grande de­manda da FOB em Lafaiete.

Barra pesada

A seca inclemente que castiga Lafaiete e região deixa, além da possibilidade real de racionamento de água, um rastro de destruição em todo o Alto Paraopeba. O número de queimada é assustador e a umidade relativa do ar anda baixíssima. O pico deve ser no sábado, dia 16, quando a umidade deve chegar aos terríveis 31%.

Divórcio

Depois de quase 2 mil lâmpadas queimadas e desde junho sem manutenção de qualquer natureza, o alcaide Mário Fu­racão Marcus decidiu chutar o balde - literalmente. Depois de exaustivas negociações, ele rompeu o contrato da prefeitura de Lafaiete com o Consórcio de Ad­ministração dos Serviços de Iluminação Pública (Casip).  Leia matéria completa na página 6 desta edição.  

Que alívio

A gloriosa Copasa-MG anunciou, nesta semana, que vai concluir, em outubro, as obras da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) do rio Ventura Luiz. A notícia é um alívio para as populações de bairros como a Granja das Hortênsias, Progresso, Gigante, São Judas Tadeu e outros que já não aguentam mais o fedozão do nauseabundo rio. O odor fétido, nesses tempos de seca inclemente, mantém-se impregnado nas casas e narizes durante 24h por dia. Cruzes.

Que coisa

É curioso como a privação de liberdade muda a postura e comportamento de figuras que pareciam, até então, arrogantes e soberbas. Quando estão a caminho da cela, tornam-se vulneráveis como crianças indefesas. Algumas, como o larápio Joesley Batista, só faltam chamar pela mamãe e até terço usam quando chegam ao xilindró. Nem o mais indiferente dos jacarés resistiria à cadeia.

 


Escrito por Frei Tibúrcio, no dia 22/09/2017