Pesca

Em Rondônia, às margens do velho e piscoso rio Guaporé, a Turma dos ?Ô Quêêê? celebra 20 anos de existência

No período de 25 a 31 de agosto, o tradicional grupo de pesca dos ?Ô Quêêê? celebrou seus 20 anos de fundação em grande estilo, ao aportar nas barrancas e pântanos do belo e piscoso rio Guaporé, no estado de Ron­dônia, que divide o Brasil com a Bolívia. Formado pelos pescadores  Adalberto Cordeiro, Alexandre Baeta,  Anésio Tavares, Artur Donato, Carlos Mag­no, Cláudio Josué, Donizete Teté, Edilson Rocha, Fábio Ordones, Flávio Augusto, Francisco Stockler, Geovany Rodrigues, Itamar Leite, Jaime Moreno, Jairo Bittencourt, João Pau­lo, José Sil­vestre, Luiz Fernando, Luiz Ra­malho, Mauro Lo­pes, Mauro Topógrafo, Paulo Ro­dri­gues, Rafael Vieira, Ramon Onofre, Raul Tadeu, Ronei Nunes e Valter Alves, o grupo viajou de avião de Con­fins até a cidade de Cacoal e, de lá, mais 260 km de ônibus até  as margens do rio Mequéns. Em seguida, a moçada encarou mais 30 minutos de voadeira até a Pousada Águas do Guaporé, na localidade de Porto Rolim.

Uma calorosa recepção foi preparada pelos proprietários da Pousada - Maria José, seu esposo, Edson e sua irmã Jina ? com um churrasco de carne de carneiro e muita animação. O grupo se sentiu em casa e foi acomodado em quartos duplos, triplos, quádruplos e sêxtulos, com ar condicionado e banheiro privativo. Os pescadores ficaram entusiasmados com o atendimento de primeira qualidade; o pessoal da pousada fez de tudo para que os aventureiros lafaietenses tivessem a melhor acolhida possível, com destaque para a fartura de bebidas e comidas, principalmente peixes. Uma das atrações foi o tradicional almoço na beira do Guaporé, com peixe fresco assado na grelha no meio da floresta amazônica. Para compensar, o rio foi generoso com todos do grupo, indistintamente. 

Foram capturados e devolvidos ao curso d?água dezenas de pirararas, cacharas, tucunarés, capararis, corvinas, barbados, piranhas, cachorras, traíras e mandubés. Os peixes fizeram a festa dos amantes da pesca esportiva. Em um grupo de 27 pessoas, não foram registradas reclamações de nenhuma espécie, razão do atendimento diferenciado, comida boa e de qualidade e fartura de espécies. Os ?Ô Quêêê? consideraram a viagem até Porto Rolim, no estado de Rondônia, a aventura dos sonhos, da amizade e do cooperativismo. Para compensar, os pescadores Francisco Stockler (maior quantidade de peixes), João Paulo (maior tucunaré) e o novato Ronei Nunes (maior peixe de couro) receberam troféus e agradeceram por mais uma pescaria de sucesso.

Ambientalistas e amantes da natureza, os membros do grupo aproveitaram os cinco dias de pesca para fotografar aves e mamíferos. Registraram a presença de cervos pantaneiros, ariranhas, capivaras, lagartos diversos, tracajás, jacarés e muitas aves, destacando-se as espécies anambés pombos, maçaricos, patos diversos, gaviões de várias espécies, entre muitos outros. Antes do retorno, a turma fez uma visita ao Cacoal Selva Park, em Cacoal, onde almoçou antes do embarque para Belo Horizonte.





















































Coluna enviada no dia 22/09/2017




Comente esta coluna

Galerias

Turma dos “Ô Quêêê” celebra 20 anos de existência às margens do velho e piscoso rio Guaporé

Enquetes

Qual notícia chamou mais sua atenção?


Enquetes 2


No momento, não temos nenhuma enquete ativa.


Colunistas




EXPEDIENTE

DIRETOR-PRESIDENTE E EDITOR: Luiz Fernando de Andrade GERÊNCIA GERAL: Clésio Samuel Luiz Peixoto SUB-GERENTE: Edmilson Moreira Dutra REDATORA: Juliana Monteiro REDATOR-ADJUNTO: Hugo Pacheco Jr. REPORTAGEM: Frances Santana / Rafaela Melo PAGINAÇÃO GRÁFICA: Daniel Vieira / Raquel Gonçalves PUBLICIDADE: Mara Rúbia de Oliveira Silva / Silvana Ribas REVISÃO E DIGITAÇÃO: Jussara Andrade COORDENADOR DE ESPORTES: Amauri Machado (DRT 08266) BANCO DE DADOS: P. de Souza SECRETÁRIA: Norma Aparecida Vitoreti Ramalho CIRCULAÇÃO: Valdiney Rodrigo Vieira Rodrigues IMPRESSORES GRÁFICOS: Wilson Ricardo de Souza / Willian Ribeiro CONSELHO EDITORIAL: Dr. José Álvaro Castanheira / Luiz Fernando de Andrade / Clésio Peixoto / Juliana Monteiro