Frei Tibúrcio

Frei Tibúrcio 1373/2017

Que coisa

Na edição da semana passada, o Jornal CORREIO atingiu uma tiragem espetacular de 40 mil exemplares, entre impressos e digitais. Uma das razões do aumento significativo da circulação foi a reportagem com o salgadeiro Moacir Damião, carinhosamente alcunhado pela população com os sugestivos nomes de Mastiga, China e Neném.

Celebridade

Mastiga tem um jeito peculiar de vender seus salgadinhos. Ele usa uma caixa de isopor na cabeça e chega a andar 20 km por dia. Ao conversar com a reportagem dias depois da publicação da matéria, senhor Moacir disse que o sucesso foi tanto que ele estava se sentindo uma verdadeira celebridade em Lafaiete. Um verdadeiro fenômeno de popularidade.

Questão de tempo

Já foram dois os acidentes no viaduto Duartina Nogueira de Resende por causa das duas locas que estão aumentando a cada dia,  quase na altura da rua Doutor Campolina, no Centro. Em conversa com a reportagem, o alcaide Mário Furação Marcus explicou que o problema vem de longa data e já está em estudos uma solução definitiva. No entanto, uma operação rápida para conter o avanço dos buracos deve acontecer nos próximos dias.

Fim das filas

O simpático secretário municipal de Saúde, Alessandro Gonçalves, o Léo, anunciou, em entrevista exclusiva ao Jornal CORREIO, que até outubro vai zerar a fila de cirurgias da cidade. Centenas de pessoas aguardam, há anos,  uma oportunidade para se submeterem à diversas intervenções cirúrgicas. Isso deve acabar em outubro - mas apenas a fila de Lafaiete.

Judicialização

Outro tema dos mais importantes abordados pelo intrépido secretário é a tenebrosa judicialização da saúde. Hoje, conforme a entrevista de Léo, as pessoas simplesmente entram na justiça por causa de qualquer queixa e demanda, passando na frente de gente que está na fila há anos, esperando uma cirurgia pelo mesmo motivo. Por que uns podem e outros não? Esse foi o tema da sabatina, que será publicada em nossa próxima edição.

Vade retro

Ainda segundo o secretário de Saúde, se os magistrados não estabelecerem critérios mais justos para liberar cirurgias via Poder Judiciário, a saúde pública de Lafaiete e de outros municípios quebrará em poucos meses. A coisa está braba e tende a piorar, conforme garantiu Alessandro Gonçalves.


Coluna enviada no dia 16/06/2017




Comente esta coluna

Galerias

Noite de homenagens em Conselheiro Lafaiete!

Enquetes

Qual notícia chamou mais sua atenção?


Enquetes 2


No momento, não temos nenhuma enquete ativa.


Colunistas




EXPEDIENTE

DIRETOR-PRESIDENTE E EDITOR: Luiz Fernando de Andrade GERÊNCIA GERAL: Clésio Samuel Luiz Peixoto SUB-GERENTE: Edmilson Moreira Dutra REDATORA: Juliana Monteiro REDATOR-ADJUNTO: Hugo Pacheco Jr. REPORTAGEM: Frances Santana / Rafaela Melo PAGINAÇÃO GRÁFICA: Daniel Vieira / Raquel Gonçalves PUBLICIDADE: Mara Rúbia de Oliveira Silva / Silvana Ribas REVISÃO E DIGITAÇÃO: Jussara Andrade COORDENADOR DE ESPORTES: Amauri Machado (DRT 08266) BANCO DE DADOS: P. de Souza SECRETÁRIA: Norma Aparecida Vitoreti Ramalho CIRCULAÇÃO: Valdiney Rodrigo Vieira Rodrigues IMPRESSORES GRÁFICOS: Wilson Ricardo de Souza / Willian Ribeiro CONSELHO EDITORIAL: Dr. José Álvaro Castanheira / Luiz Fernando de Andrade / Clésio Peixoto / Juliana Monteiro