Pesca


Em busca dos tucunarés do rio Paraopeba



Partimos para uma pescaria em um local prximo cidade mineira de Felixlndia, na represa formada pelo rio Paraopeba. A nossa expectativa maior estava concentrada na procura dos tucunars, j que nossos companheiros da cidade de Sete Lagoas, que se juntariam ao nosso grupo, nos repassaram informaes de que tinham apanhado belos exemplares de tucunars e que o momento era propcio para essa pescaria.

No dia 2 de maro, samos de Lafaiete s 6h da manh com os companheiros Dlio, Charles, Gustavo, Cesar e liderados pelo cuidadoso e inveterado pescador Cleytinho. Seguindo ao encontro dos sete-lagoanos, s 9h, j estvamos nessa cidade. O grupo de l era formado por Biscoito, um cara alegre e brincalho, Gelinho, Hugo, Diego, que j nos aguardavam com um caf reforado para o prosseguimento da viagem.

Chegando ao destino, deslumbra-se ao longe a beleza da represa, ao mesmo tempo em que essa beleza ofuscada por grandes quantidades de aguaps. Ao entardecer, samos para o primeiro dia da pescaria. No tivemos muitos bons resultados, assim como nos outros trs dias restantes. No levamos barco e tivemos dificuldades para escolher um bom local de pesca. Os aguaps nos importunavam: eles deslizavam pela represa ao bel-prazer dos ventos, o que nos obrigava a deslocarmos para outras margens.

Mas valeu! Valeu pela diverso, pela integrao e aprendizado. Pegamos alguns exemplares, mas os tucunars ficaram para outra oportunidade. Como diziam os companheiros de Sete Lagoas: ?os tucunars no esto batendo, e os aguaps tambm prejudicaram?.



Você está lendo o maior jornal do Alto Paraopeba e um dos maiores do interior de Minas!
Leia e Assine: (31)3763-5987 | (31)98272-3383


Escrito por Pesca, no dia 28/04/2017




Comente esta Coluna