Educação


Prova de filosofia e interpretação



A prova de filosofia foi o destaque do primeiro dia na segunda fase do vestibular da Unesp deste ano. Na prova do domingo, dia 13, em uma questo de filosofia, por exemplo, o vestibulando tinha que comparar os pensamentos de Plato aos de Maquiavel. Para isso, era necessrio dominar os conceitos de idealismo, metafsica e tica. 

Resta indagar se um jovem de 18 a 20 anos teria a maturidade intelectual suficiente para fazer lidar com a abstrao terica que os conceitos de idealismo, metafsica e tica exigem. At porque h uma diversidade conceitual para esses termos entre filsofos.  Mas, pessoalmente, gosto desse tipo de estrutura de provas, pois exige mais do que memorizao de conceitos. Requer associao conceitual que me parece ser uma habilidade bsica a ser construda pela pelos estudantes que vivem em uma sociedade cada vez mais complexa nas suas relaes, principalmente as urbanas.

Alm da interpretao de texto, era necessrio que o candidato tivesse domnio do contedo e capacidade de redao", analisa Clio Tasinafo, diretor pedaggico da Oficina do Estudante de Campinas. Do restante da prova, a coordenadora pedaggica do Curso e Colgio Objetivo, Vera Lcia da Costa Antunes, destaca algumas questes de histria e geografia, que cobraram conhecimento do racismo nos EUA nos anos 60 e a relao entre globalizao e movimentos migratrios.

No caso, o atual xodo de pessoas do Oriente Mdio poderia ser usado como exemplo pelo vestibulando, lembra Tasinafo. Na prova, tambm h outras questes que passam longe do antigo rtulo de "fcil" que a Unesp carregava, entre elas, uma que pedia para discutir a origem das capacidades mentais a partir de um texto de Alan Kardec e de uma reportagem que relata o achado de que msicos tm um lobo temporal esquerdo maior que os demais.

Penso que esse caminho intermedirio entre a memorizao de conceitos e a habilidade de fazer associaes dentro de uma prtica terica um caminho cognitivo, cujo processo me parece promissor em termos de prticas sociais dos estudantes em funo de uma cidadania crtica e comprometida com a transformao social. No vejo como um aluno poderia ficar neutro ou isento a transformaes pessoais depois de ser levado a ler, interpretar e associar conceitos, principalmente aqueles textos de natureza filosfica. 

Para o professor Paulo Moraes, diretor de Ensino do Anglo Vestibulares, a prova cumprir seu papel de selecionar os melhores alunos. No entanto, ele aponta que ainda no existe uma "cara" para o vestibular da Unesp. Isso porque, entre as disciplinas, h grande variabilidade. Ao passo que as questes de fsica e qumica quase no tm contexto - so muito diretas -, as provas de filosofia e histria so trabalhosas e requerem grande esforo de interpretao de texto. Depois do Enem, que tem uma abordagem mais uniforme entre as reas do conhecimento exigidas, era esperado que o vestibular da Unesp e outros caminhassem nessa direo. Isso no aconteceu, segundo Moraes, porque h "uma alta rotatividade dos organizadores do vestibular, provocando uma falta de continuidade do trabalho".

No vestibular 2016, o Sistema de Reserva de Vagas para a Educao Bsica Pblica garante um mnimo de 35% das vagas de cada curso para alunos que tenham feito todo o ensino mdio em escola pblica, proporo essa que deve chegar a 50% at o Vestibular 2018. Segundo a Unesp, vrios cursos dela j tem 50% ou mais de seus alunos vindos da escola pblica.

SO PAULO, SP (FOLHAPRESS)

Fonte: http://www.bemparana.com.br/noticia/420025/filosofia-e-destaque-no-primeiro-dia-da-segunda-fase-da-unesp. Acessado aos 13/dez/2015.



Jos Antnio dos Santos
Mestre pela UFSJ.
Contato: joseantonio281@hotmail.com



Você está lendo o maior jornal do Alto Paraopeba e um dos maiores do interior de Minas!
Leia e Assine: (31)3763-5987 | (31)98272-3383


Escrito por Educação, no dia 30/12/2015




Comente esta Coluna