Frei Tibúrcio


Frei Tibúrcio edição 1293/2015



Congonhas

A crise , de fato, braba. Que o diga a outrora rica Congonhas, tida nos meios polticos e empresariais como uma das cidades que mais faturam com impostos no estado de Minas Gerais. Por causa da situao de penria, as obras de restaurao das igrejas de Nossa Senhora da Conceio e do Rosrio tiveram que ser paralisadas. que a moada encarregada de fazer o restauro das obras de arte est sem receber h exatos 2 meses. Como saco vazio no para em p, os restauradores juntaram as mochilas e retornaram para suas casas sem grana e o que pior: sem perspectivas nenhuma de receber o ?arame? a curto prazo. Oremos.

Que coisa

A turma lafaietense do Partido dos Trabalhadores (PT) decidiu na quarta-feira, dia 25, num arranca-rabo dos mais apertados, quem sero os dois nomes que vo para o segundo turno da votao, que escolher o candidato a prefeito em 2016 pela legenda. Participaram do pleito o ambientalista Frances Mouton, o empresrio lvaro Fernando, o professor Paulo Roberto Batista e o lder comunitrio Manoel Vespcio.

Arranca-rabo

Depois de muito debate, a rapaziada do PT deu 32 votos para lvaro Fernando, 21 para Frances Mouton, 12 a Paulo Roberto e um para Vespcio. Com esse resultado, lvaro e Frances vo disputar o segundo round dia 2 de dezembro, s 19h, na sede do Meridional Esporte Clube.

Cad os tiras?

Na quinta-feira, dia 26 de novembro, uma equipe do Jornal CORREIO rodou pelas ruas centrais da cidade das 11h s 12h30 e das 15h s 16h para fotografar viaturas e tiras a fim de ilustrar uma matria sobre o incio da importante ?Operao Natalina?, a ser lanada pela gloriosa PM dia primeiro de dezembro. Para surpresa at do mais indiferente dos jacars, a turma do JC no conseguiu avistar sequer uma ?rapa?. E olha que o Natal est chegando.  Cruzes.

Alento

O pagamento da primeira e da segunda parcela do 13 salrios dos servidores municipais, estaduais, federais e da iniciativa privada dar novo nimo combalida economia de Lafaiete. J era tempo, de vez que ningum est aguentando mais o arrocho e o aperto sufocantes. Vamos s compras, povo querido.

Em Lafaiete

Mas preciso deixar claro que essa grana precisa ser gasta em Lafaiete, onde moramos, pagamos nossos impostos e curtimos a vida. Na dvida, o leitor deve pesquisar bastante e buscar alternativas, sempre em nosso comrcio, para driblar a crise e a insegurana. Pegar a BR-040 e ir at a capital, s vai deixar nossa economia cada vez mais fraca e combalida.

 

 



Você está lendo o maior jornal do Alto Paraopeba e um dos maiores do interior de Minas!
Leia e Assine: (31)3763-5987 | (31)98272-3383


Escrito por Frei Tibúrcio, no dia 04/12/2015

Frei Tibúrcio


-


Comente esta Coluna