Terça, 14 de Julho de 2020
Frei Tibúrcio


Frei 1506/2020



Que fim ...

O que pode ter acontecido com aquele padre que ficava gritando, via redes sociais e aplicativos de mensagem, em plena avenida Telésforo, o tradicional “Chupa, franga!”, em alusão ao Clube Atlético Mineiro?

... Levou?

Chegou ao genuflexório desta coluna a alvissareira notícia de que o dito cujo estaria sumido desde que o Cruzeiro Esporte Clube foi rebaixado para a série B do campeonato brasileiro. Esse tipo de sumiço é deveras preocupante, principalmente por se tratar de um padre e de uma figura conhecida na sociedade. E agora, caro José?

Doído

A tarde e a noite de domingo foram simplesmente terríveis para quem ousou trafegar, de carro, pela avenida Telésforo Cândido de Resende, nas proximidades do rotor. Como sempre, a rapaziada que frequenta os barzinhos e os espaços públicos tomou conta de tudo e estacionou até em pontos de ônibus. Os tiras da PM, vez por outra, dão uma asfixiada, mas é só dar um relaxamento nas ações que a zona e a falta de ordem voltam com tudo. Uma pena.

Caos

Sem a ação efetiva da gloriosa PM, a moçada não respeita nada e nem ninguém. Faz o que quer, do jeito que quer e a hora que quer. Cruzes!

É agora

2020 chega com incertezas, insegurança, e provavelmente, muitos problemas, mas a motivação e a determinação em vencer os obstáculos e mais uma etapa da vida são também enormes. Portanto, caros leitores e digníssimas leitoras, como diria o imortal João Guimarães Rosa, “a vida quer da gente é coragem”.

Chega junto

E que venha o ano de 2020 com as graças e as bênçãos de Deus!



Você está lendo o maior jornal do Alto Paraopeba e um dos maiores do interior de Minas!
Leia e Assine: (31)3763-5987 | (31)98272-3383


Escrito por Frei Tibúrcio, no dia 18/01/2020

Frei Tibúrcio


-


Comente esta Coluna