Frei Tibúrcio


Frei 1462/2019



Cortes
O intrépido Mário Furacão Marcus exonerou, de uma veizada só, 23 assessores do primeiro e segundo escalões municipais. Entre os demitidos estão o ex-secretário de Desenvolvimento Social, Pedro Mendes Loureiro, e o ex-diretor do Departamento do Meio Ambiente, Ricardo da Rocha Vieira, o Pardal. Ambos faziam excelente trabalho em suas pastas e, portanto, quem for acumular suas funções não pode, definitivamente, deixar a peteca cair.

Crise na Saúde
Há quem diga, nos bastidores, que uma grande parte da tão propalada crise na Saúde tem a ver com o corte de privilégios e horas extras. A moçada que perdeu horas no vencimento, segundo chegou ao genuflexório da coluna, não aceitou pacificamente os cortes. Nesse caso, se for para o bem do povo de Lafaiete, o secretário Ricardo da Silva e Souza disse que vai continuar cortando na carne.

Relacionamento
Por outro lado, há quem considere o atual secretário municipal da Saúde extremamente indelicado no trato com as pessoas e causador de inúmeras crises de relacionamento dentro das repartições públicas. Nesse caso, ninguém pode ou merece ser tratado com desrespeito e descortesia. Caso essa situação seja confirmada, o secretário precisa e deve fazer um mea culpa para o bem do serviço público.

Que coisa
Com todo o respeito que a Câmara e os vereadores merecem, mas na noite de terça-feira, mais do que nunca, aquele trepidante recinto honrou a velha e esquecida alcunha de que “se cercar vira hospicío e se cobrir, vira circo”, observou quem por anos a fio acompanhou a outrora e respeitada Egrégia de CL. Cruz credo, caros leitores.



Você está lendo o maior jornal do Alto Paraopeba e um dos maiores do interior de Minas!
Leia e Assine: (31)3763-5987 | (31)98272-3383


Escrito por Frei Tibúrcio, no dia 01/03/2019

Frei Tibúrcio


-


Comente esta Coluna