Colunas


Frei 1430/ 2018



Lotes vagos
Salve, salve Lafaiete! Segue a passos largos uma série de ações do setor de ordens públicas, que funciona anexo ao Departamento de Meio Ambiente da PMCL, para pôr fim aos lotes  vagos e abandonados da cidade. Agora, além da cerca de tela, é preciso que o terreno tenha passeio cimentado também, segundo a legislação vigente. As incursões dos fiscais do município têm provocado mudanças em toda a cidade.

Novo visual

Por causa das intervenções dos fiscais da ordem pública, muitos lotes, antes abandonados e nauseabundos, estão com passeios, capinados e devidamente cercados. Com isso, Lafaiete fica mais bem cuidada e bonita. Nos bairros mais afastados do Centro, porém, o abandono ainda é geral, amplo e irrestrito.

Que furo!
Com seu trabalho incansável e de formiguinha, a equipe de jornalistas do glorioso Jornal CORREIO conseguiu descobrir uma moradora de Lafaiete, que foi deportada por Donald Trump e luta para reencontrar o marido e uma de suas filhas que ficou nos Estados Unidos. A história é comovente, interessante e só será publicada no JC, na página 10 desta edição, e também no CORREIO Online.

Só 15
O mês de julho será crucial para a manutenção ou não das 15 pré-candidaturas lançadas em Lafaiete. É que neste período vão acontecer as convenções partidárias, que têm o poder de oficializar ou não determinadas aventuras políticas. Oremos e aguardemos.

Que coisa
Em um ano, subiu de 39% para 49% a porcentagem de brasileiros que já tiveram ao menos um telefone celular roubado ou furtado. Os dados são da pesquisa Mobile Time/Opinion Box, que ouviu 2072 pessoas que acessam a internet e possuem celular. Cruz credo.

Em Lafá
Na nossa cidade, além dos roubos de celulares, a moçada também está matando, seja com tiros ou facadas. Um horror.


Escrito por Frei Tibúrcio, no dia 19/07/2018