Frei Tibúrcio


Frei 1421/2018



Depois de longo tenebroso inverno, os lafaietenses comeam a sentir o gostinho da sensao de segurana. Antes no se via blitzen, barreiras policiais e muito menos Tiras nas ruas. Embora o crime ainda venha atuando a todo vapor, j possvel visualizar Rapas em espaos pblicos e logradouros onde antes os marginais tomavam conta de tudo. Sem dvida, uma grande conquista.

Que coisa
Conforme afirmou o vereador Sandro Jos coluna, o governo do Estado deve cerca de 16 milhes em repasses para o municpio de Conselheiro Lafaiete custear a sade pblica. Segundo consta ? veja reportagem na pgina 18 desta edio ? os setores mais afetados so a Ateno Bsica Sade (ABS), Assistncia Farmacutica (AF), Gesto de Mdia e Alta Complexidade (GMAC) e Vigilncia da Sade (VS).

No fundo
Considerados setores vitais da sade pblica, as reas atingidas pelo no repasse do Governo do Estado esto sendo custeadas com recursos do municpio. O grande problema que a fonte est secando e, em breve, se no forem tomadas medidas drsticas, Lafaiete ter que fechar literalmente os setores afetados pelo calote do Estado. Jesus toma conta.

Constatao
impossvel escrever bem, falar melhor ainda e pensar, sem que haja o processo construtivo da leitura de boa qualidade. E, c para ns, no se encontra isso em redes sociais e grupos de relacionamento.

Na mosca
Da a importncia de meios de comunicao como o Jornal CORREIO, que mantm verses impressa e digital, com uma qualidade que deixa boquiaberto at o mais indiferente dos jacars.  Aqui leitor e internauta encontram material jornalstico preparado por profissionais gabaritados e uma estrutura empresarial slida.

Inglria
Deve ser terrvel administrar uma cidade sem recursos, carente, sem indstrias e com um monte de gente desempregada. Fora, Mrio! Muita fora nesta hora.



Você está lendo o maior jornal do Alto Paraopeba e um dos maiores do interior de Minas!
Leia e Assine: (31)3763-5987 | (31)98272-3383


Escrito por Frei Tibúrcio, no dia 18/05/2018


Comente esta Coluna