Colunas


Drama da Base Nacional do Ensino Médio



Exatamente o ensino mdio, a etapa mais complexa da vida escolar, ainda no tem a base nacional definida. Essa delonga vai se arrastar por todo o ano de 2018. Ou seja, o ensino mdio continua sendo o gargalo da educao. A Base Nacional Comum Curricular que vai decidir o que cada aluno vai estudar em cada srie do ensino mdio dever ser normatizada no decorrer de 2018, para vigorar em 2019. Essa a previso otimista de Rossieli Soares da Silva, secretrio da Educao Bsica do MEC.
Importa lembrar, no entanto, que a previso era de que o Ministrio da Educao (MEC) entregasse o documento ao Conselho Nacional de Educao (CNE) no final de 2017, mas o governo admite que ele falhou nesse compromisso e que a redao final da BNCC/Ensino Mdio s poderia ser encaminhada neste ano, o que ainda no ocorreu. Enquanto isso, o ensino mdio padece de falta de identidade formativa e normativa, aprofundando a crise nacional que no consegue cumprir a meta de graduar 80% da populao jovem at 2022. Quanto descaso nacional! Enquanto isso, a mdia fala de Neymar, Marquesine e da infeliz Jojo.
Rossieli havia afirmado que a prioridade da pasta ministerial era dar foco concluso da BNCC referente educao infantil e ao ensino fundamental, que estava em discusso no CNE. Agora que essa etapa foi aprovada, fica a pergunta: E o ensino mdio? Segundo o secretrio, o documento deveria chegar entre janeiro e fevereiro deste ano ao CNE. J estamos em maro e, pelo que consta, nada foi encaminhado ao Conselho. Esse pas brinca de ser srio. Enquanto isso, as unidades de ensino mdio pblicas no pagas esto sucateadas, aos frangalhos.
Cumprimento os estabelecimentos particulares, sobremaneira paulistas, que j se anteciparam BNCC e introduziram mudanas curriculares corajosas na rotina do ensino mdio. S que elas atendem uma elite cultural brasileira de classe mdia e alta que pode pagar para estudar. O que dizer dos 80% da populao jovem que depende desse desgoverno e desmando da educao pblica gratuita? Honestamente, no sei qual das partes a pior. Se a populao, se os governantes.
Arrisco a dizer que a grande culpada a populao, que no aprendeu ainda que a educao um dos direitos democrticos. Mais lamentvel sentir claramente na fala das como desprezam a cultura e a educao escolar. Os manipulados no percebem a manipulao e so piores que os manipuladores. Isso me entristece, pois o pior governo o de uma sociedade que no entendeu ainda o alcance da soberania popular apregoada h pelo menos trs sculos por Jean Jacques Rousseau. 
Nessas alturas, os professores do ensino mdio que perceberam o drama do ensino mdio, que precisa construir uma nova identidade, se veem isolados e desacreditados de seus sonhos e de suas iniciativas inovadoras. E um bando de acomodados ri do esforo deles.
E enquanto a BNCC do ensino mdio no regulamentada, mesmo os acomodados esto perdidos sem saber para qual Enem devero preparar seus alunos, como continuar com a ultrapassada prtica de transmisso de conhecimentos (que a internet faz to bem e de forma bem mais interativa e criativa) e o que fazer com alunos desinteressados, cujo desinteresse o recado maior de que o ensino mdio esgotou suas possibilidades de funcionamento, por viver o drama da falta de identidade de uma etapa de aprendizagem cujo currculo e metodologia precisam ser, imediatamente, desmontados e reconstrudos.

Jos Antnio dos Santos
Mestre pela UFSJ
Contato: joseantonio281@hotmail.com


Escrito por Educação, no dia 15/03/2018